segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Pronto para deixar a fralda?


Não há uma idade certa para deixar a fralda.
Há condições inerentes à própria criança, no entanto todas as capacidades estão reunidas entre os 18 e os 36 meses! ...

Deixar de usar a fralda é um marco fundamental no desenvolvimento, e como tudo, deve e é uma conquista da criança.

Sim, estamos fartos de ouvir: “Cada criança tem o seu ritmo!”, mas o tempo passa e a ansiedade aumenta! Não é fácil interiorizar isso, quando vemos o tempo passar, passar.... mas continuo a ouvir: tempo... é preciso dar tempo ao tempo!

... e damos, pois não vale a pena forçar!

A protagonista aqui é a criança e não nós. Não é quando queremos, é quando ela está preparada. A conquista tem de ser da criança e não uma imposição dos pais.

Esperar... é a palavra certa... esperar que a criança dê os primeiros sinais de ter maturidade suficiente.

Deixar a fralda depende de aspectos fisiológicos, mas não só. Também os cognitivos, os psicológicos e emocionais.

Será sempre um grande passo e terá de estar preparado para isso.

O João começou a estar grandes períodos com a fralda seca.
O melhor sinal foi começar a acordar de manhã com a fralda sequinha!

Vamos começar o processo? O ano passado foi um fracasso... mas não podemos desistir! O João está sempre a surpreender-nos!

E não é que surpreendeu mesmo!!! ;o))
Eu estou orgulhosa, o José está orgulhoso, mas o mais importante é a importância que isso passou a ter para o João!

O desejo de agradar a mãe, ao irmão e dizer:
- Fiz xixi na sanita! – e sentir-se orgulhoso por isso!

Do xixi, ao cocó foi um passo muito rápido.
Tomar atenção àquela posição.... espera João grito eu... rápido, aguenta!
- Boa! Dá cá mais 5!

Quando viu a primeira vez... o seu orgulho e admiração foi tão grande que...

É mais uma conquista do nosso João!

Tem 5 anos!
... e então?

De manhã só diz:
- Mãe vou fazer cocó!

E aqui fica a resposta:
Estou pronto para deixar a fralda!

8 comentários:

Cris disse...

PARABÉNS, João!!

Que post lindo, mamã!
O Duarte está quase com 4 e também ainda não deixou a fralda da noite... O Nuno (o meu mais velho) só a largou, tinha quase seis... Foi uma batalha psicologicamente difícil mas respeitando ritmos, sem dúvida!

Beijinhos
Força, João, estamos a torcer por ti!

Grilinha disse...

Parabéns !

Sinto um tom muito vitorioso e feliz no Post. Eu tb sou assim...
Ñada de forçar. Naturalidade acima de tudo sem pressões !

Beijoooos

ClaudiaMG disse...

Muitos Parabéns ao João pela sua grande conquista.

Nós cá por casa começamos este ano no desfralde, mas não temos sido muito bem sucedidos, mas não vamos desistir, pois sabemos que esta será mais uma árdua conquista.

Fico muito feliz por vocês já terem conseguido superar esta batalha....mais uma....na vossa longa caminhada.

Beijinhos

CláudiaR

Mrs_Noris disse...

É isso mesmo Mamã Sofia. Os pais têm de saber esperar sem stressar, especialmente para tirar a fralda da noite. Acho que devemos insistir um pouco mais com a fralda do dia. A da noite só tirei ao meu rapaz quando passou a acordar com ela sequinha. Entre uma e outra passaram quase dois anos. O processo ficou concluído quando doei o stock de fraldas que ainda tinha em casa. É tão bom poder dizer bye bye fraldas incómodas. ;)
Parabéns ao João. Muitos Beijinhos.

Mãe Sisa disse...

Estes são pequenos passos para alguns, mas GRANDES passos para os nossos filhos tão especiais!
Parabéns João.
O meu Principezinho também ainda usa todo o dia.
Só há pouco tempo é que ele perdeu o medo da sanita e a cdeira sanitária adaptada não chega este ano porque a Seg. Social não tem dinheiro para Ajudas Técnicas... por isso lá vamos tentando, de vez em quando, sentá-lo lá e fazer uma grande festa quando ele "faz" alguma coisa!
Mas cada um tem o seu ritmo... O importante é não forçarmos demasiado (Também para evitar as frustrações).
Abraço

LuisaB disse...

Olá mamã e queria dizer já: Parabéns João ! Que valente menino ...
pequenos passos que tanto significam no nosso dia de mamãs
:-) só quem os tem sabe o quanto é dificil de conciliar tudo sendo muitas vezes a mamã a unica a ter de se ocupar de trabalhar, de tratar dos filhos, de educar, de ficar sem pensões de alimentos e ainda ir batalhar em tribunal os direitos do filho etc...existem excepções e ainda bem :-)
Ai ai que vida esta :-)
Quero descontrair agora que o João ja fez o seu xixi e cocó :-9
jinhos amiga

lobitas disse...

Mas que bom, pois a lobita também nem quer ouvir falar do assunto, é como tu dizes vamos lá ter calma um dia destes está preparada.
Beijinhos grandes da alcateia

Estrumpfina disse...

Parabéns João!

Com amor e paciência tudo se consegue Mamã Sofia ;) e mesmo que haja alguns deslizes pelo meio, são mais que naturais.

Muitos beijinhos