sexta-feira, 14 de agosto de 2009

História Interminável I - FIM

* João agora deu para ouvir as conversas.

Ouviu a minha mãe dizer que eu me tinha esquecido de enviar os documentos de saúde do José para poder entrar no parque de campismo, onde foi passar uns dias com a tia.

E muito indignado com este esquecimento comenta:

- Pois, assim não sabem que ele é autista!


* De férias, o João fala para um menino estrangeiro, mas que nada percebia do que ele lhe dizia. João chegou à brilhante conclusão:

"- Tens de aprender a falar melhor!"


E com esta partilha, vou encerrar o blog.

Vou encerrar o blog, mas não vos deixo... - Continuarei a partilhar os Jogos e as Actividades.

Este é um espaço no qual deixei muito de mim e agradeço a todos os que o visitaram e apoiaram – mas chegou a hora de fechar.

O objectivo foi alcançado. Partilhar (com vontade de partilhar sempre, mais e mais...), dando esperança a todos e mostrar que vale a pena lutar. Não termina aqui a nossa batalha. Não terminam aqui as nossas vitórias.

A nossa caminhada continua. - e continuarei por aqui a seguir a vossa, meus queridos amigos virtuais.

O João cresceu e continua a crescer. Talvez um dia, o João continue ele próprio a relatar as suas conquistas, as suas esperanças, os seus sonhos...

Fecha-se um ciclo e abrem-se novas oportunidades.

Um novo ciclo na vida do João, uma nova fase, novos desafios.

A nossa vida é feita de ciclos. Fecha-se um e começa outro. Será sempre assim, para o bem e para o mal. Para o João esta nova fase será um momento de coragem, existirão um turbilhão de sentimentos, mas ele já provou que é um Guerreiro, e terá coragem e força suficiente para entrar numa nova história. Com que final? Isso nunca se sabe... apenas sabemos que será rica em conquistas, com vários ciclos a que podemos chamar - CRESCER...

Na vida podemos perder com classe qualquer luta, mas venceremos sempre com ousadia.

Deixemo-nos aprender com a Lenda da Ave Fénix.

Se compararmos todos os acontecimentos das nossas vidas com esta lenda, chegaremos à conclusão que tudo na nossa vida segue um ciclo, de nascimento, vivência e morte – alegrias, sucessos, assim como a tristeza, o fracasso, as limitações e sofrimento.

Tenho aprendido que este sofrimento não é em vão. Fortalece-nos e é capaz de nos mostrar uma nova forma de viver.

A Fénix é um animal lindo e fabuloso que simboliza a esperança e a continuidade da vida após a morte... a perpetuação, a ressurreição, a esperança que nunca têm fim. É uma ave revestida de penas vermelhas e douradas, com as cores do sol nascente. Além disso possuía uma voz melodiosa, mas quando a morte se aproximava a voz tornava-se triste. A beleza e a tristeza era tão forte que por vezes causava a morte deles.

Conta a lenda, que apenas podia viver uma Fénix de cada vez. Hesíodo, poeta grego do séc. VIII a.C., afirmou que esta ave vivia 9 vezes o tempo de existência do corvo que tem uma longa vida. Alguns cálculos mencionam até 97200 anos.

Quando Fénix sentia a morte aproximar-se, construía uma pira de ramos de canela, sálvia e mirra e nas próprias chamas morria queimada. A Fénix enquanto é consumida pelo fogo em seu ninho canta canções de funeral para si. Mas das cinzas erguia-se uma nova Fénix, que colocava piedosamente os restos da sua progenitora num ovo de mirra e voava com eles à cidade egípcia de Heliópolis , onde os coloca no Altar do Sol - Estas cinzas tinham o poder de ressuscitar...

Desde o diagnóstico do João que nada na minha vida voltou a ser igual e jamais voltará a ser.

Na verdade, nunca é tarde para nos libertarmos dos velhos medos que nos impedem de concretizar os nossos sonhos. Nada é tão complicado como parece. O mais difícil é começar... Por isso fui á luta com determinação. Com determinação por aquilo que acredito e ensinar os meninos a viverem com esperança e paixão.

Como diz Chaplin:

"...porque o Mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito para ser insignificante."

Simplesmente dou o melhor de mim. Em qualquer circunstância, em qualquer ciclo da nossa vida. Não importa se estou doente ou cansada, se der o melhor de mim, não vou existirá forma de me julgar. Se não existe forma de me julgar a mim mesma, não vou ficar exposta à culpa, ao arrependimento e à minha autopunição.

Vivo atormentada em conciliar o meu papel de mulher, mãe e profissional.Sempre que me sinto boa profissional, culpo-me por não ser tão boa mãe como desejaria e vice-versa.

Dou o melhor de mim em cada circunstância e só por isso não pode existir espaço, nem lugar para culpas.

O dia a dia não é feito de festas de champanhe a bordo do Queen Mary. Há problemas que surgem e crises. Inevitavelmente têm de ser superadas! É normal que por vezes os olhos se encham de lágrimas... É HUMANO!

14 comentários:

Grilinha disse...

Um abraço para ti. Um post muito bonito. Estaremos aqui. Para ti. Obrigado pela fabulosa partilha e por tanto que nos dás, sem to pedirmos.
Fizeste amigos virtuais e acho que ainda um pouco mais. Beijo.

Mãe Sisa disse...

Mamã Sofia,
De certeza que não serei a única a sentir muita falta desta partilha.

Mas compreendo a necessidade de encerrar um ciclo...
Desejo-vos tudo de bom!
um grande abraço
Sisa

Lena Sabino disse...

Obrigado Sofia por toda a partilha. Também eu luto por/pelo meu João. A sofia fez-me ter esperança de que é possivel eles crescerem e ganhar grandes batalhas. Por isso tudo,muito obrigado. Tudo de bom para o seu João...

Mel disse...

Querida Mamã Sofia,

A si e aos seus meninos desejo muitas felicidades. Continuem unidos e persistentes.
Admiro-a muito, pela sua coragem, pelo seu percurso, pela mãe que é , por todas as lutas travadas, pela forma como atravessou as angustias, enfim, acho-a um verdadeiro exemplo para todos nós.
Da minha parte, gostaria muito de ir sabendo noticias vossas, mas respeito que não o faça se assim o entender.
Agradeço tudo o que aprendi consigo, toda a partilha que fez e que muito me ajudou a trilhar os meus caminhos, com a minha familia, perante um diagnostico de PEA.
Se precisar, terá sempre aqui uns amigos.
Boa sorte e até sempre!
Um abraço!
maria anjos (mfanjos@clix.pt)

Cristina disse...

Um grande beijinho e muita força, coragem e sorte para esta nova etapa da tua/vossa vida.

Acredito que todo o teu esforço e dedicação darão bons frutos, a seu tempo. Foi um privilégio poder partilhar o teu "ombro amigo".

Tudo de bom para ti e para os teus meninos, especialmente para o João.

Dina disse...

Olá, olá

Querida Sofia, o João será sempre um dos meus meninos especiais e continuará a fazer parte da história do blogue do Afonsinho enquanto o blogue existir.

Compreendo que a vida é feita de ciclos. Ciclos que acaba, ciclos que começam...

Para mim foi um enorme privilégio esta partilha fantástica, feita por uma mulher, mãe, fantástica.

Os jogos estão todos imprimidos e quando for a altura indicada irão ser trabalhados com o Afonsinho e pode ter a certeza que vão contribuir, de forma muito efectiva, para o seu desenvolvimento e aprendizagem e nós não nos vamos esquecer que foi graças à sua partilha que tivemos acesso a eles.

Muitos beijinhos para todos e desejamos que o José e o João consigam atingir os seus objectivos, nuna se esquecendo que o limite é o sonho...

Estrumpfina disse...

Tudo de bom para si e os seus meninos.

Fico a torcer para que a operação do João corra bem.

Beijinhos e obrigada por toda a partilha.

Andreia

Jackie Tequila disse...

Olá, amei seu blog, eu entrei em um site p/ saber mais dobre autismo pois tenho um sobrinho que achamos que tem autismo, mas os pais, meu irmão e minha cunhada não aceitam falar que ele tenha autismo, ele precisa de ajuda e por mais que toda a familia tenta ajudar a negligencia dos pais não deixa que ele seja ajudado. gostaria que pegasse meu e-mail para podermos conversar, pois dizem que a melhor coisa e saber de pais e familiares que tem essa experiencia p/ saber, não quero te constranger, longe disso, só quero falar das experiencias que temos dentro de casa, pois ainda não procuramos ajuda profissional, meu e-mail é jackie004@gmail.com e meu msn é jack_00766@hotmail.com.
E o meu sobrinho não é o unico, pelo menos que eu acho, estou namorando a quase 2 meses com um rapaz, e tambem acho que ele tem um certo grau de autismo, eu conheci a familia dele, não conheci a mãe dele ainda pq ela trabalha muito, mas a boa parte da familia dele não comentou nada, mas pelo fato de ter casos conhecidos e pelo fato da suspeita que meu sobrinho tem autismo, eu desconfio. Vi que vc viu um filme sobre adultos autistas, se ele realmente tiver autismo, mesmo com suas dificuldades, ele é um rapaz inteligente e muito carinhoso, posso falar isso pq tive esperiencias ruins com outros rapazes, e ele não chega nem perto dos outros com sua humildade e simplicidade, gostaria muito de conversar com vc, espero um contato em breve, beijos e uma boa noite.

Juca disse...

Só hoje fiquei a saber do encerramento...
Com muita pena, mas votos de tudo de bom, para a mamã Sofia (uma mulher de coragem) e para os seus filhotes.

Sandra disse...

Mamã Sofia,

Queria-lhe agradecer por todos os ensinamentos prestados, por toda a partilha, por todo o excelente trabalho, pela pessoa e pela excelente mãe que é.

Desejava também, dado que encerrou este ciclo no site (mas que tenho esperança que regresse)lhe dar os meus sinceros parabéns, pois além do João e do José, ajudou muitas crianças com PEA, crianças com outros problemas de desenvolvimento, e crianças "normais". Os seus jogos didácticos são deliciosos, fantásticos, muito bons. Ajudam imenso! As crianças adoram e faz a diferença! Muito Obrigado pela sua partilha! Isso é completamente original, infelizmente. Habituamo-nos a que seja usual a não partilha, que quando esta existe até se estranha.

Pessoalmente, ajudou-me muito a mim como mãe da Joana a canalizar energias e a perceber como actuar perante um diagnóstico de PEA. Utilizo, promovo, abuso de todos os Jogos que a Sofia partilhou com todos. E a Minha Joana adora.

Felizmente para mim e para a minha "Joana" existe a tal "janela" que alguns livros falam. A Joana passou de um diagnóstico claro de PEA, dado por diversos médicos de areas diferentes, para uma possivel PEDL com Déficit de Atenção. Ou melhor não sabem....mas a joana já comunica, não está no seu mundo, quer aprender, quer falar, deixou as fraldas de vez, olha todos nos olhos, já não faz birras tão incontroláveis,conta histórias à sua maneira, chama-me MÃE....só evoluções espantosas!! E a tudo isto também devo a si, a todas as terapeutas e aducadoras fantasticas que com ela trabalham. Todo o trabalho que é feito com amor traz bons frutos.

Por isso, mais uma vez, O MEU MUITO OBRIGADA, E O OBRIGADA DA JOANA! Vale a pena lutar e sempre sonhar, por vezes temos surpresas muito boas.

Desejo as maiores felicidades para os seus filhotes, para si, e maior força para todas as lutas da vida!

Um grande abraço,

Mãe Sandra

Mundo Interior disse...

O grupo Mundo Interior, do 12º ano da turma C da Escola Secundária de Odivelas, vem por este meio comunicar que irá realizar-se uma palestra, dia 18 de Março de 2010 às 21 horas, sobre autismo e perturbações do desenvolvimento nas crianças. Esta palestra realizar-se-á no âmbito da disciplina de Área de Projecto (tema do nosso projecto), e contará com vários oradores, entre os quais o Professor Doutor Nuno Lobo Antunes e a Doutora Ana Martins. Gostaríamos de ter a presença de todos os interessados de forma a enriquecer o evento, que se realizará nas instalações da escola referida.
Para mais informações sobre a palestra e sobre o nosso projecto, visite o nosso blogue:
http://mundointerioreso.blogspot.com/
O Grupo
Mundo Interior

Anónimo disse...

Este foi o Blog que me inspirou para construir o meu própio blog (mandico.net).
O sentido de partilha e a força que nos transmitiu não se apagam.
Obrigado por existir!
Muita sorte e um grande beijinho.
O Mandico

Mandico disse...

Este foi o Blog que me inspirou para construir o meu própio blog (mandico.net).
O sentido de partilha e a força que nos transmitiu não se apagam.
Obrigado por existir!
Muita sorte e um grande beijinho.
O Mandico

Pedro disse...

Olá lindos.
Gosto muito de te ler, identifico-me nas tuas palavras, revivo as tuas dores e alegrias,o nosso crecimento como seres humanos passa efectivamente pela forma como encaramos as dificuldades que se nos deparam. fico triste por saber que vais ficar sem escrever desta forma, compreendo no entanto, se bem que não fará diferença, atrevo-me a pedir que continues a escrever, a partilhar ....
Desejo-te muita muita sorte, admiro-te muito, és uma pessoa muito corajosa, tens uns filhos lindos, desejo o mesmo que desejo á minha, tudo de bom e dentro do quadro muita saude.
Beijinhos grandes das lobitas